outubro 2009


DSC03924DSC03936DSC03937DSC04014DSC04019DSC03870DSC03912DSC03914DSC03919DSC03916DSC03906DSC03930DSC03880DSC03917DSC03926DSC03906DSC03941DSC03896DSC03899DSC03865Apos nos despedirmos de nossos amigos Jarom,Helenita e Solange em Delta Utah, partimos para cruzar o deserto de Utah e Nevada,foram momentos de isolamento no meio do nada, mas de muita contempla’cao da natureza.

Encontramos o Clayton um americano natural de Oklahama que tambem estava cruzando os EUA de Bike, ele ficou por dois dias conosco e dividiu acampamento no meio do deserto, depois seguiu seu proprio ritmo pois ele estava fazendo sozinho com  bike, eu segui no meu ritmo tartaruga juntamente com o Francisco.

DSC03644DSC03686DSC03698DSC03689DSC03695DSC03738DSC03741DSC03746DSC03748DSC03751DSC03758DSC03780DSC03782DSC03787DSC03793DSC03796DSC03821DSC03832DSC03826

Chegamos na fronteira de Utah com Nevada onde encontramos um Motel descansamos e seguimos rumo a Ely, passamos por um grande vale, Springs valey e depois subimos uma longa montanha ate chegar em um bar cravado no meio do nada, paramos comemos um lanche fizemos amigos e guando foi as 22hs partimos para cruzar uma grande montanha, foram 26 km de montanha gelada, com neve no rosto e o zunido dos  ventos.

Armamos acampamento no final da montanha para fugir da neve mas nao adiantou o frio estava forte mesmo com nossos sacos de dormir  sentiamos o pe doer.

Chegamos a Ely Nevada e os hoteis pior incrivel que pareca nao aceitavam dinheiro somente cartao de credito pois todos eram casinos. fiquei indigando e seguimos para frente onde armamos nossa tenda longe da cidade.

DSC03901DSC03903DSC03905DSC03661DSC03251DSC03469DSC03735DSC03693DSC03692

Dois dias apos termos cruzado montanhas de nevada encontramos um grupo de cineastas que estavam produzindo um documentario sobre prostituicao e jogos nos EUA, eles nos viram na estrada e guando paramos em um posto eles vieram nos perguntar o que estavamos fazendo, informamos e eles nos convidaram para falar sobre o nosso desafio e acabamos virando parte do desafio como exemplo de se viver com mais qualidade de vida.

DSC03866DSC03871DSC03873DSC03882DSC03885DSC03898DSC03899

Seguimos rumo a Reno, e depois de muitos ventos dormindo 4 horas em media por noite conseguimos nos superar, chegando Sacramento California.

O corpo esta no limite, a mente tambem, mas nossa vontade e muito maiorm daqui para frente sera no cora’cao, dependemos da torcida de todos nos mande mensagens faltam 188 milhas e devemos chegar a San Francisco no dia 4 .

Queremos agradecer a Deus por nos proteger nesses dias tao dificeis que passamos na etsrada e todas as pessoas que estao nos abracando.

Saudades do Vinicius meu filho, Francisco manda um beijo para Marlei e todos meus parentes e amigos.

Vamos conseguir Brasil…

Picture 331Picture 449

Picture 348Picture 394Picture 452Picture 474Picture 418Picture 383Picture 385Picture 428Picture 497Picture 478Picture 484DSC03509Picture 504Picture 508Picture 469Picture 180Picture 279Picture 398Picture 281Picture 346Picture 465Picture 392
Foram momentos que nao sairao do nosso cora’cao e de nossa memoria, no domingo almo’camos com todos amigos brasileiros e demos um ate logo a Salt Lake City, seguimos para casa do irmao do Jarom  onde realizei um pequena palestra para familiares e amigos, ganhamos um carrinho para colocar nossa bagagem e diminuir o peso da bike .

Depois dormimos na casa do Jarom, que ficou a noite inteira no hospital com pedra no rim, ontem a mae do Jarom e a Brenda uma amiga do Jarom  nos levou ate o trevo da cidade tirou fotos para jornais e nos despedimos.

Seguimos rumo a Eureka entre montanhas e planicies durante a noite por volta das 21:30 hs o Gordon um americano nos encontrou na estrada e nos convidou para dormimos na casa dele.

Tomamos banho,jantamos e dormimos ate as 5 da manha, O Gordon e sua esposa Eglee tomou cafe conosco e depois saimos rumo a Delta.

Hoje enfrentamos mais montanhas e mais planicies passamos por um lugar chamado de pequeno sahara, paramos para comer pao no meio do nada e seguimos   ate chegar aqui em Delta ultima cidade antes de cruzarmos o grande deserto que tem 148 km ate chegar a primeira cidade de Nevada Ely.

Temos que agradecer cada gesto na estrada, por cada amizade conquistada, por cada milha vendida e por estarmos aqui firmes na estrada.

Em especial ao Eduardo Vera Carlos Vinicius e   a Brenda sua filha que cantou para nos uma linda musica durante visita a sua casa .

Ao Jarom que tinha corrido 80 milhas em uma competi’cao e foi nos ver e depois foi para o Hospital espero que esteja bem.

A cada pessoa que tem nos abracado na estrada.

Nao tem sido facil a nossa caminhada, esta sendo um grande teste para o Francisco pedalar mais lentamente, para mim meu corpo reclama de vez em guando, mas a mente sempre lembra que tenho um filho lindo uma mae maravilhosa, amigos por toda parte desse planeta e uma causa para cumprir.

Beijos a todos estamos seguindo.

Carlos Dias e FranciscoPicture 185

012033046015041052053002007056047027038040017Jarom

 

 

Hoje vivemos momentos de encontros com novos amigos e reencontros com um grande amigo de ultramaratona o Jarom que mora proximo a Salt Like City.

Ele nos ligou e pegou seu carro depois de ter paticipado de uma ultramaratona de 160milhas e veio nos ver.

Eu e o Francisco ganhamo uma massagem  em um Spa paga pelo Graint que nos deixou mais relaxados.

Depois seguimos a um churrasco na casa do Eduardo e da Vera, la comemos o jeijao e o arroz com uma carne suculenta de picanha feita com muito carinho pelo Eduardo.

depois fomos conhecer uma trilha que tinha cachoeiras e lagos, voltamos para casa do Eduardo e ficamos conversando sobre muitos assuntos.

Isso tudo esta revigorando nosso corpo e nossa mente para seguirmos em frente  amanha.

Mas antes de irmos embora vamos deixar nossas mochilas preparadas com alimentos e muita agua para cruzar a parte mais dura depois que enfrentamos a neve, o deserto de Utah.

“Fracasso e desistir antes de comecar e sucesso e nao desistir”.

036Portao da Aguiachegada em Salt Lake City025020032029052038017050048047049Jornalista Shirlei

Rol de entradarestaurante brasileiro

Vivemos momentos especiais ao entrar na cidade de Salt Lake City,apos percorrer um trecho de montanhas avistamos a majestosa cidade que logo de entrada nos enfeticou.

Chegamos no portal da cidade o Eagle Gate (Portao da Aguia) e logo fomos abordados varios americanos e entre ele nosso novo amigo Grant,  ciclista pioneiro ao cruzar juntamente com sua familia de Los Angeles a Nova Yorque em meados de 1970. Ele fala portugues e nos ofereceu jantar e hotel mas, tinhamos pessoas nos esperando em um restaurante brasileiro perto dali. Grant, nos encontraria  la.

Depois da conversa na rua com Grant, tivemos a companhia da corredora Kelly, que estava treinando no momento que passavamos. Ela correu conosco por 2 km e se despediu.

Finalmente chegamos no Rodizio Grill, restaurante brasileiro que nos recebeu de portas abertas, a quem temos muito a agradecer  e encontramos muitos brasileiros. A jornalita Shirlei Domingues nos deu as boas vindas e orientou onde entrariamos para fotos e autografos .

La conhecemos os brasileiros  Renato, Solange e Monica e a americana Sarah, uma  apaixonada pelo Brasil. Todos nos trataram com muita festa e carinho.

Jantamos com muita alegria, pois tinhamos um prato tipico brasileiro o churrasco, pao de queijo, suco de manga natural… coisas que nos deixaram com mais saudade do nosso Brasil.

Os gerentes do Rodizio Grill, Marcelo e o Paulo  e toda a equipe de garcons nos trataram com muito carinho, assinamos um prato para deixar no hall de entrada do restaurante, juntamente com outros grandes nomes  do esporte como Airton Senna e Michael Jordan, que muito nos honrou.

Sentimos que estamos em casa nesse momento pois fomos abracados com muita alegria em Salt Lake City. Temos que agradecer a cada pessoa que esta conosco aqui e tambem a Shirlei Domingues por contatar toda imprensa de Salt Lake City para nos prestigiar.

Sabemos o quanto sera dificil o proximo passo rumo a San Francisco. Teremos um  grande deserto pela frente, nao cruzaremos nenhuma cidade e esse apoio e carinho de toda comunidade de Utah, era essencial para nos manter forte rumo a conquista do nosso sonh0.

Amanha estaremos dando entrevistas e vamos a um hotel fazer trabalho de fisioterapia .

Estamos bem e felizes por saber que em nosso caminho existem pessoas torcendo por nos com tanta gana e paixao.

Amamos o Brasil e sentimos que aqui em Salt Lake City as pessoas sao ainda mais apaixonadas por nos, brasileiros.

Nao imaginava que teriamos uma recepcao tao especial, obrigado Salt Lake City, aqui com certeza vamos deixar amigos especiais e uma grande familia. Alias,  ja temos os  nomes dessa grande familia: Shirlei, Nathalia,Victor, Solange, Eduardo, Vera, Kadu, Vinicius, Brenda, Sarah, Monica, Renato, Grant, Wladimir, Paulo, Marcelo, Pedro, Arthur e toda comunidade brasileira e americana  de Salt Lake City.

Agora, esperamos que as pessoas comprem milhas para que na volta possamos presentear as criancas do GRAACC .

Carlos Dias e Francisco da Silva

Estamos bem Brasil

 

Carlos e Francisco

 

Shirlei Domingues Ultramaratonistas brasileiros que estao percorrendo os Estados Unidos de Costa a Costa em causa beneficente chegam a capital de Utah nesta sexta-feira

Salt Lake City recebera Carlos Dias, o primeiro sul-americano a completar o desafio dos quatro desertos extremos e o ciclista Francisco da Silva

 

Apos completar mais de 60 maratonas e 30 ultramaratonas e soprepujar diversos desafios da vida e da economia, aos 36 anos de idade, o ultramaratonista Carlos Dias chega a Salt Lake City, Capital de Utah nesta sexta-feira, dia 16 de Outubro as 18h no marco zero da cidade juntamente com seu pacer chamado eagle gate monument (state st com s. Temple) , o ciclista Francisco da Silva. Todos estao convidados para a grande chegada.

Carlos, que foi o primeiro corredor sul americano a completar o desafio dos 4 desertos extremos em menos de um ano, ou seja, correu 250 km divididos em 6 etapas que deveriam ser cumpridas em 7 dias –  em 4 desertos: Gobi na China, Sahara no Egito, Antártica no Pólo Sul e Atacama no Chile, agora tem um novo desafio juntamente com seu parceiro. Eles estao percorrendo os Estados Unidos de ponta a ponta em 60 dias  em prol das criancas com cancer do Hospital Graacc (Grupo de Apoio ao Adolescente e a Crianca com Cancer) em Sao Paulo, Brasil.

A jornada dos ultramaratonistas brasileiros foi iniciada dia 05 de setembro no Brazilian Day em Nova York onde aconteceu a largada oficial. Ate o momento, ja passaram por mais de 500 cidades (2.100 milhas) ,  e ainda passarao por aproximadamete  mais 200 outras ( 730 milhas) totalizando 700 cidades (2.830 milhas) ate completar o desafio dia 05 de novembro no Golden Gate em Sao Francisco, California, onde o amigo ultramaratonista americano Dean Karnazes os recebera.

Em busca de apoio

Apesar de Salt Lake City estar fora da rota dos atletas, a passagem pela cidade eh estrategia fundamental para a realizacao do desafio com sucesso. “Precisamos do apoio da comunidade brasileira de Utah (que conta com mais de 10 mil brasileiros – Fonte: Consulado Brasileiro de Los Angeles)  e dos demais membros da sociedade americana e  latina para salvar nossa causa. “ Esse eh o nosso maior desafio neste momento”, desabafa Carlos Dias.

“ Viemos com a raca, a coragem e a esperanca de contar com o apoio de todos ao longo de nosso caminho. Mas, nao tem sido facil e hoje podemos cumprir o  desafio  mas o cheque para as criancas com cancer esta comprometido” falam os atletas.

Mesmo contando  com o apoio moral e carta em punho do Ministro Brasileiro dos Esportes, Orlando Silva Junior e o grande apoio da empresa de calcados “Crocs”  entre outros, infelizmente o dinheiro nao tem sido suficiente nem para as despesas de trajeto dos atletas que tem dormido ate em barracas na estrada para economizar dinheiro.

“Para seguirmos em frente e atravessar o trecho  desertico de Utah a Nevada, rumo a Sao Francisco, precisamos de provisoes para ao menos 5 dias, fala Francisco”.

A proposta inicial dos atletas, era de vender cada milha percorrida por U$20,00  mas por conta da economia, acreditam,  nao estao contando com o apoio que imaginaram que teriam. Temos apenas uma pequena quantia em dinheiro para enviarmos ao Graacc mas nosso objetivo eh conseguirmos ao menos U$ 5.000,00. Pensando positivo Carlos fala:  “-Ainda temos mais 830 milhas para percorrer, vamos conseguir!!!!.

Para os que quiserem apoiar a causa nos Estados Unidos, os atletas disponibilizam a Conta Bancaria no Banco Chase , conta numero 854854486 em nome de Carlos Dias ou esperam encontra-los no restaurante brasileiro Rodizio Grill no 459s. Trolley square, down town salt lake city, sexta-feira as 19:00 hrs onde contarao suas aventuras ao longo das estradas e darao autografos.

“Temos certeza que podemos contar com a consciencia da comunidade de Utah”, finalizam os atletas.

No Brasil, atraves das contas:

 Banco Real Agência 0373 Conta Corrente 8728393-6  ou

 Banco Bradesco Agência 2692-1 Conta Corrente 0011327-1

 

Informacoes:

https://ultramaratonistacd.wordpress.com

 

Fone: 801.548-7520 Shirlei Domingues

The ultra marathoners that are traveling the USA from coast to coast in a benevolent cause are arriving at Utah’s capital this Friday

Salt Lake City will receive Carlos Dias, the first South American to complete the 4 most extreme desert challenges and the cyclist Francisco da Silva 

After completing more than 60 marathons and 30 ultra marathons, and overcoming economic and life’s challenges, the ultra marathoner Carlos Dias (36) arrives in Salt Lake City, Utah  this Friday October 16th at 6:00 pm, at Eagle Gate monument (State Street and South Temple) along with his pacer, Francisco da Silva. Everybody is invited to the great arrival. 

Carlos, who is the first South American to complete the 4 most extreme desert challenges in less than one year. Carlos ran 250 km (155.3 ml), divided in 6 steps that would be completed in 7 days within the Gobi desert (China), Sahara desert (Egypt), Antarctica and Atacama desert in (Chile), now has a new challenge with his partner. They are traveling the United States from coast to coast in 60 days to raise funds for GRAACC CANCER HOSPITAL, ( Grupo de apoio ao adolescente e crianca com cancer or group of support for teens and children with cancer) in Sao Paulo, Brazil. 

Their journey began on September 5th at the Brazilian Day in New York. They have traveled through 500 towns, ran 2.100 miles, and they passed through approximately 200 others (730 miles), making it a total of about 700 cities (2.830 miles). They will overcome this challenge on the Golden Gate bridge in San  Francisco, where they will be joined by their American friend and  ultra marathoner Dean Karnazes. They will be leaving Salt Lake City on Oct. 18th in the afternoon.

 The pursuit of support 

 Even though Salt Lake City is outside of their route, their travel through the city is a fundamental strategy for a successful realization of the challenge. We need the support of the Brazilian community, 10.000 people strong (source- Brazilian consulate of Los Angeles) and of all Americans,” it’s our biggest challenge!” says Carlos Dias. 

“We came with strength, courage, and hope for the support of everyone along the way.  ‘It hasn’t been easy, but today we can overcome this challenge because the funds for the children is still at risk!” said Dias.

Even with the letter from the Brazilian Sports Minister Orland Silva Jr., and the huge support of the Crocs shoe company, the money has not been enough for the athletes, who have been sleeping along the side  of the road in tents, to save money. 

“In order to continue this quest,  and cross the desert between Utah and Nevada, on our way to California, we need providers for at least 5 days” says Francisco. 

The initial proposal of the athletes was to sell every mile for $20.00 or  at least $5.000 being positive, Carlos says:” we still have 730 miles to conquer” 

 

For those who want to support this cause, the athletes made it available to access their bank account at Chase, bank account 854854486, in the name of Carlos Dias or you could meet them at the Brazilian restaurant Rodizio Grill at 459s Trolley Square this Friday at 7:00pm where they will talk about their adventures  and be available for autographs. 

“We are sure we can count on the support from the wonderful people of Utah for this worthy cause.” the athletes say. 

 Informations:

https://ultramaratonistacd.wordpress.com

www.graacc.com.br

Shirlei Domingues

Phone: 801.548-7520

Steve Team

Ontem paramos na cidade de Fort Morgan onde sera nossa base de descanso ate amanha.

Fiz massagem em uma academia com a fisioterapeuta Jeneffy, tambem encontramos um grande homem de 1 metro de altura o Steve que trabalha com tatuagem e piercer ele atende grandes nomes da musica como OZZI OZBORNI, e outros mais. tambem chegou a hora de trocar meus pneus os Crocs que estao gastos e cuidar de lavar roupas, fazer barba,cortar cabelo e deixar a imagem mais bonita para nao fazer feio aqui.

Jeniffer fisioterapia

Seguimos abra’cos

Carlos e Francisco

Mirta e Dwart

Chegamos em Fort Morgan,  mais uma vez tivemos uma linda surpresa, que me deu arrepios, uma brasileira chamada Mirta e seu esposo o Dwigtht nos encontrou na entrada da cidade e nos levou para suas casa.

A Mirta fez o tradicional feijao com arroz e ovoz pois estavamos com saudade, tomamos aquele banho trocamos historias, o Dwight ligou para um Motel e nos pagou a diaria e nos presenteou com roupas para neve.

Tambem descobrimos que um ultramaratonista Marshal mora em Fort Morgan, o Francisco foi ate a bicicletaria e se encantou com tudo sobre bicicleta consertou a camara que havia furado mais duas vezes.

Estamos emocionados com esses momentos, pois isso nos fortalece a seguir mais firme ainda para o final, vamos pegar daqui para frente dias ainda mais duros pois nas montanhas ja esta nevando.

Agradecemos esse carinho que pessoas tao especiais estao nos proporcionando a cada dia.

A Mirta e a primeira brasileira que encontramos na estrada,tambem descobrimos que ela e uma grande amiga da Hilary Clinton.

Obrigado Carlos e Francisco

Próxima Página »