O ultramaratonista que calça sandálias

 Por Bruno Vicari em 4 de dezembro de 2009 (sexta-feira)    O ultramaratonista Carlos Dias acaba de realizar mais um de seus feitos incríveis. Aos 36 anos, o atleta de São Bernardo do Campo, atravessou os EUA de Nova York a São Francisco correndo – totalizando 5130km percorridos em 59 dias. Carlos correu cerca de 80km por dia, acompanhado pelo ciclista paraibano Francisco Antônio da Silva, de 38 anos. Antes de cruzar os EUA, Carlos Dias correu do Oiapoque ao Chuí (9mil km em 100 dias), percorrendo o Brasil de norte a sul, em 2007. Com tanta experiência ele me contou que a principal diferença entre os dois países está na forma de como americanos e brasileiros o trataram durante seus desafios. Ele também revelou algo incrível: faz todas as sua ultramaratonas e desafios calçando aquela sandália Crocs. Isso mesmo! nada de tênis no pé. Não acredita? Então ouça: .Carlos Dias • Ultramaratonista www.jovempan.uol.com.br/pedaladas

Agora relembrando os 60 dias vividos na estrada,me traz uma ponta de saudade de cada sorriso e abraço dirigido a nós.

Éramos dois brasileiros desbravando um país estranho, estranho até para muitos americanos.

Dois brasileiros que foram recebidos com todo carinho e respeito pelos cidadãos americanos e cidadãos brasileiros que lá vivem.

Temos orgulho de ser brasileiros pois guando falamos que somos do Brasil, a fisionomia é diferente mais especial, o aperto de mão mais firme, algo contagia as  pessoas que faz com que sejamos um povo diferenciado.

Tenho na memória um dia em que vários americanos paravam seus carros para nos parabenizar, pelo fato de o Rio de Janeiro e o Brasil sediar as olimpíadas de 2016, fiquei particularmente emocionado e isso me inspirou ainda mais a seguir em frente.

Houve dias isolados do mundo,mas integrado pelo pensamento com meu filho Vinícius, minha mãe Neli e todos amigos.

O Francisco foi para mim um ser extraordinário no qual tenho muito respeito e tenho que agradecer todos os dias, pois ele foi um grande irmão e vencemos juntos cada  dificuldade .Me sinto feliz por pertencer ao esporte, e através do esporte poder de alguma forma beneficiar e divulgar o Graacc.

Sabemos que o nosso esforço não basta para solucionar problemas, mas pelo menos em algum lugar alguém teve a oportunidade de refletir sobre a responsabilidade de gerarmos valor aos que nos rodeiam.

 Foi lindo e encantador conhecer tanta gente de coração aberto a nos receber e mesmo que por poucas horas fazermos parte de uma familia.

Fica na retina as lágrimas de até logo de cada amigo e no coração ficará para sempre o valor das grandes amizades que conquistamos .

Obrigado EUA Obrigado Brasil

Carlos Dias e Francisco da Silva

Criança Indígena

Criança Indígena

Crianças na China

Crianças na China

A Criança
Levantará o homem o próprio ninho a plena altura,estagiando no topo de gigantescos edifícios de cimento armado…
Escalará o fastígio da ciência,povoando o espaço de ondas múltiplas,incessantemente convertidas em mensagem de som e de cor…
Voará em palácios aéreos,cruzando os céus com a rapidez do raio…
Elevar-se-á sobre torres poderosas,estudando a natureza e o movimento dos astros…
Erguer-se-á,vitorioso,ao cimo da cultura intelectual,especulando sobre a essência do universo…
Entretanto se não descer,repleto de amor,para auxiliar a criança no chão do mundo,debalde esperará por uma humanidade melhor…
Na infância surge,renovado,o germe da perfeição,tanto quanto na alvorada recomeça o fulgor de um novo dia.
Estende os braços generosos e ampara os pequeninos que te rodeiam.
Estou disposto e entusiasmado a cruzar os EUA, juntamente com o Francisco Antonio para gerar benefício aos pequeninos e adoráveis amiguinhos do GRAACC.Por incrível que pareça a falta de patrocínios de grandes empresas não nos abala nesse momento pois a energia gerada vem do fundo da alma,sabemos que o esforço valerá a pena, sei que poderá gerar sorrisos e mais qualidade de vida a nossas crianças.

Cada KM custa apenas:    R$20,00 (20% vai ser doado para o GRAACC)

Contas para deposito:

  • Banco Real:  Agência 0373 – Conta Corrente 8728393-6 – Favorecido CARLOS R L DIAS
  • Banco Bradesco: Agência 2692-1 – Conta Corrente 0011327-1 – Favorecido CARLOS R L DIAS

Para PJ (Pessoas Jurídicas) na compra acima de 50 KM dá o direito de divulgar a marca no uniforme e blog .

VAMOS LÁ PESSOAL SERÃO 5.000KM EM 60 DIAS

UM ABRAÇO
Carlos Dias

No dia 25 de março viajo rumo ao Chile, com o objetivo de chegar em São Pedro do Atacama, cidade rústica onde atletas de cerca de 20 países irão concentrar-se e seguir rumo ao primeiro acampamento no meio do deserto.

No dia 29 de março, partimos para correr os 250 Km, divididos em 6 etapas e totalizando 7 dias de corrida. As primeiras 4 etapas terão em média 42 Km, a quinta etapa terá cerca de 75 Km e a sexta e última etapa, 15 Km.

Enfrentaremos um deserto com diversas características em termos de sólo: pedras, sal, areia e muitas subidas e descidas.

No ano passado, corri os desertos de Gobi (China), considerado o mais úmido; o Sahara – o mais quente e a Antártida, o mais frio. Terei agora a oportunidade de ser o primeiro atleta da América do Sul a correr os 4 desertos mais extremos do planeta.

Fiz uma preparação na serra da Cantareira com meu treinador Herói Fung, corri em areia da praia, fiz um forte trabalho de fortalecimento, alongamento e piscina na clínica do Dr. Joaquim Grava, realizei exames de coração, sangue, ortopédico, pesquisei cada item que vou levar na minha mochila  – que deve ficar entre 8 e 10 Kg e estudei as características do deserto.

Tenho um sentimento nobre, com um certo frio na espinha nesse momento, pois sei que será duríssimo completar esta prova, mas é no meu filho Vinícius e na minha mãe Neli que vou focar o meu pensamento quando estiver subindo um vulcão ou cruzando o deserto durante a noite. Também ficarei fortalecido pela torcida dos amigos, pelas palavras de incentivo do meu treinador e no crédito profissional que a Crocs, minha patrocinadora, e sua equipe têm me dispensado até aqui.

Espero que, no dia 05 de abril, quando chegar a São Paulo às 19h00, eu tenha a medalha do Atacama e dos 4 desertos no peito, para compatilhar com todos os brasileiros, pois sei que o Brasil será visto com os meus passos durante os 7 dias em que estiver realizando esta prova.

Estou muito entusiasmado em poder sonhar com este grande desafio, que é considerado pela revista Times o segundo evento mais difícil para o ser humano.

Obrigado a todos pelo apoio!

“Temos que ser alquimistas em grandes desafios assim como no nosso cotidiano, transformando em ouro o chumbo que a vida deposita sobre nós”. Érik Weihenmayer – primeiro alpinista cego a galgar os sete picos.

Um dos climas mais extremos para o ser humano!

Um dos climas mais extremos para o ser humano!

Reblog this post [with Zemanta]

Se você pensa em realizar um desafio mesmo que pequeno, então você deve estar pensando eu estou motivado o bastante para superar cada obstáculo. Mas antes de colocar a mochila nas costas e calçar  o seu tênis procure um médico.003

Existem alguns exames que são super importantes para mapeamento as reais condições físicas. Você estando de posse dessas informações terá tranqüilidade maior e mais consciência em realizar um trabalho adequado, inclusive determinar seus objetivos e buscá-los.

Vou deixar aqui registrado alguns exames que realizei para começar minha preparação para o Atacama: exame ortopédico realizado por um ortopedista, verificação do tipo de pisada, para adequação do tênis, exames de coração, Eco, veto e eletrocardiograma, ultrasom do coração e da coxa, exame ergométrico e ergoespirométrico, exame de sangue hemograma completo +cpk para detectar níveis de fadiga e detectar carências de vitaminas.

Fiz uma parceria com a clinica do Dr Joaquim Grava para realizar recuperação e fortalecimento com equipe de fisioterapeutas que cuidaram de algumas dores na coxa com ultra som e ondas elétricas. Com o preparador físico Paulão, realizei musculação e alongamento  e com a fisioterapeuta Yoli realizei um trabalho para alongamento, ganho de resistência e recuperação dentro da piscina.055

Além de estar tomando vitaminas para repor perdas naturais recomendadas pelos médicos, meus treinos externos estão sendo com meu treinador Herói Fung na serra da Cantareira simulando as montanhas que vou enfrentar no Atacama, terei dois treinos na próxima semana em areia para simular o trecho de sal que vou encontrar por lá. Portanto agora você sabe que antes de começarmos qualquer atividade temos primeiro que conhecer o nosso organismo para não termos surpresas desagradáveis.

Reblog this post [with Zemanta]

Esta é uma das poucas vezes que recebemos os detalhes da prova com esta antecedência. Segue os detalhes que foram retirados do site Racing The Planet.

Por favor, veja abaixo para uma visão geral da Travessia Atacama (Chile) 2009 claro.

Fase 1 – 41,4 km
A partir de um sal planas em aproximadamente 3000m concorrentes durante a corrida ondulante sopé de perto vulcões gradualmente descendente através de estreitos canyons. Em seu digno concorrentes passarão antiga rock canyons esculturas antes da abertura e do primeiro planalto é atravessado. Ao chegar ao outro lado do planalto do curso ventos o seu caminho através de mais canyons passar mais antigas rochas talhas antes de chegar ao local do segundo acampamento com vista para um rio gorge.

Fase 2 – 41,8 km
A partir do segundo acampamento do curso tem concorrentes através da espectacular garganta e descer o rio em si mesmo em locais antes de fazer uma subida lenta e dolorosa. As vistas rapidamente fácil a dor como concorrentes cobra seu caminho ao longo de um cume a partir do qual podemos ver a abrir um sal apartamentos de um lado e os vulcões fôlego na distância sobre os outros. Uma espetacular duna surpresa cumprimenta concorrentes como eles saem da crista ea cabeça na direção do infame sal apartamentos. O ponto de terminar o dia é simplesmente um fôlego aos bancos de um acampamento do sal lagoas.

Etapa 3 – 40 km
Fase 3 leva o curso de uma nova direção através de uma variedade de terreno de areia solta a densa mata. Eventualmente abraçando o sopé do projeto Alma proximidades do curso leva a um platô com vista para o Salar (sal apartamentos), que é o lar para a noite.

Etapa 4 – 42,8 km
Etapa 4 começa semelhante ao do dia anterior com o curso tendo concorrentes ao longo dos pés antes de cair-los em uma bela slot canyon com um pequeno rio. Os concorrentes, em seguida, faça seu caminho através de uma cidade para ser confrontado com infinitas sal apartamentos. Empurrando através da navalha afiada sal outro atordoamento acampamento cumprimenta-los situado nas margens do maior lagoa no Salar.

Etapa 5 – 73,6 km
Etapa 5 toma concorrentes ao longo do Oeste final do Salar antes posição para cima e, ao longo de um espectacular lunar planalto guardado por dunas. Após a passagem do curso ventos o seu caminho através da noite para a Lua Vale onde guias concorrentes através de um labirinto de slot canyons e íngremes gotas antes de terminar ao lado de um grande desfiladeiro.

Fase 6 – 10,4 km

A última etapa da corrida é um dos curtas’ sprint ‘até a pé e através da encantadora cidade de San Pedro de Atacama para terminar na praça do povoado.

San Pedro de Atacama

Image via Wikipedia

Reblog this post [with Zemanta]
Map of Atacama Desert

Image via Wikipedia

Uma das etapas para realizar uma prova de ultramaratona é conhecer o local e suas características. No caso do deserto do Atacama  algumas informações da região:

O deserto do Atacama está localizado na região norte do Chile. Com cerca de 200 km de extensão, é considerado o deserto mais alto e mais árido do mundo, pois chove muito pouco na região, em conseqüência das correntes marítimas do Pacífico não conseguirem passar para o deserto, por causa de sua altitude. Assim, quando se evaporam, as nuvens úmidas descarregam seu conteúdo antes de chegar ao deserto, podendo deixá-lo durante épocas sem chuva. Isso o torna de aridez incrível.

Apesar de pequena e isolada no coração do deserto mais árido do mundo, San Pedro possui uma vida agitada, mesmo depois da meia noite, os bares e  restaurantes ficam lotados com pessoas conversando e planejando o dia seguinte.

As temperaturas no deserto variam entre 0 graus à noite e 40 graus durante o dia. Em função destas condições existem poucas cidades e vilas no deserto; uma delas, muito conhecida, é San Pedro do Atacama ou São Pedro do Atacama, que tem pouco mais de 3 000 habitantes e está a 2 400 metros de altitude. Por ser bem isolada é considerada um oásis no meio do deserto e o principal ponto de encontro de viajantes do mundo inteiro, mochileiros, fotógrafos, astrônomos, cientistas, pesquisadores, motociclistas e ave ntureiros.

Clima

Possui clima quente durante o dia e frio à noite, mas ao longo do ano é seco, apresentando variações de temperatura que vão de 0°C a 40°C. A falta de chuva nessa região é devida à altitude, que impede que as nuvens vindas do Pacífico cheguem ao deserto atravessando as montanhas. A variação de temperatura é característica dos desertos. Já foi registrado como o menor índice pluviométrico do planeta.

Atacama Desert, Chile
Image via Wikipedia

Flora

É formada basicamente por árvores de pequeno porte, arbustos e cactos. Um terreno muito seco pouco propicio a brotar algumas plantas.

Fauna

A fauna é formada por animais pequenos como ratos, lagartos e cobras, também há presença de Ilhamas, guanacos, famingos e outros animais que com o tempo foram se adaptando ao clima.

Geografia

O terreno da região é bastante diversificado tanto no aspecto de altitude como de formação, variando de altitudes quase ao nível do mar até 6 885 metros, como no caso do vulcão Ojos del Slado. Também encontram-se áreas marcadas por erosão, dunas e monatanhas. O solo é diversificado, mas é composto basicamente de sal e areia.

Hidrografia

A região, apesar de ser seca e não apresentar um índice pluviométrico relevante, apresenta alguns lagos com água quase todo o ano, servindo de fonte de vida tanto para os habitantes da região quanto para os animais os quais lá habitam.

Fonte: Wíkipédia (pt) 07/02/2009

Reblog this post [with Zemanta]